top of page
UMA COMUNIDADE, UM FUTURO!

Entrevista com Luís, Nuno e Pedro - INOVSOIL


O que é a INOVSOIL e os seus fundadores?


Este projeto foi criado com a finalidade de reaproveitar e reeducar os solos, melhorando a sua fertilidade, assente na premissa da sustentabilidade económica e ambiental. INOVSOIL é a fusão de dois conceitos, Inovação e Sustentabilidade dos Solos.


Nós, Luís, Nuno e Pedro, os fundadores da INOVSOIL, somos, atualmente, finalistas do Curso de Agronomia do Instituto Politécnico de Santarém, com raízes e percurso de vida paralelos à vida agrícola e com interesses similares no que respeita ao estudo dos solos, plantação, clima e sustentabilidade.



Como começou e que deu origem?


A INOVSOIL surgiu de forma gradual, quando os três fundadores, em conversas informais, no intervalo das aulas e durante a realização de trabalhos de grupo, partilhavam o interesse pela realização de um projeto inovador, onde as vertentes ecologia e sustentabilidade assentassem, aliando, a um plano técnica e financeiramente rentável. A ideia foi crescendo e deu origem ao que hoje é o projeto INOVSOIL.



Como aconteceu chegarem até Azambuja?


Primeiro pela presença do polo de desenvolvimento de novas empresas, HubsLisbon Azambuja, que demonstrou interesse no alcance deste projeto.


Tendo o concelho de Azambuja, uma forte atividade agrícola extensiva na região da lezíria, toda a área restante do médio e alto concelho permanece com áreas de terreno segmentadas, não atraindo a atividade empresarial. Estas áreas são o alvo da nossa intervenção e a autarquia tem uma palavra a dizer sobre a gestão do território. Este modelo de gestão da superfície, resultará no desenvolvimento do tecido empresarial local e servirá de exemplo para outras regiões.

Quais os maiores desafios?


O primeiro desafio será mesmo o arranque, com as explorações piloto que sirvam de tubo de ensaio e modelo a replicar pelo concelho, o que permitirá dar a conhecer aos interessados os resultados.


Outro grande desafio será a resistência à mudança e aplicação de técnicas agrícolas inovadoras, nomeadamente operações que protegem o solo e aumentam a sua fertilidade, até agora pouco experimentadas.



Como vêem a INOVSOIL daqui por três anos?


Esperamos que esteja com muitos projetos em curso, sendo uma fonte de empreendedorismo/parcerias, criando postos de trabalho.



Indiquem se for possível como pensam tornar o vosso projeto sustentável para dar origem a uma empresa?


Sustentabilidade é um dos pilares do nosso projeto.


Com base no nosso conhecimento técnico, apoiado no campo de ensaios e demonstrações, os potenciais clientes/parceiros terão acesso a um conjunto de informações que permite tomar a decisão de avançar com os nossos serviços.


O aconselhamento técnico será prestado de acordo com a realidade de cada propriedade.



O que acha que Azambuja pode ainda fazer para ser um melhor concelho?


Continuar com iniciativas como ‘Um dia no Campo’ e publicitá-las com um carácter mais abrangente e competitivo. Azambuja, sendo um concelho com uma vasta e rica fauna e flora, poderia reverter o seu paradigma, além de ser conhecido como um dos maiores centros logísticos a nível nacional, apresenta-se também como um local aprazível de visitar pela atitude pioneira no investimento na sustentabilidade e rentabilidade dos solos, com aposta na biodiversidade e diminuição da pegada carbónica.



Quer dizer alguma coisa a quem tem o sonho de ter o seu próprio negócio?


O nosso conselho é que devem seguir sempre os seus sonhos. Estudar o mercado, a rentabilidade do objetivo, com os passos certos, seguir em frente e acreditar.


54 views0 comments
bottom of page