UMA COMUNIDADE, UM FUTURO!

Está a chegar o "Azambuja CULTUFEST'22 - Festival Cultural"

Bom dia


Ainda em época de férias? Aproveite o merecido descanso.


Por aqui há quem não pare por um segundo e passe o verão a trabalhar.


É o caso do nosso entrevistado desta semana, o Nuno Carapinha, que nos contou tudo sobre o evento que promete animar Azambuja, no final deste mês.



Olá Nuno (Carapinha). O que vai acontecer em Azambuja?


- Vai acontecer a primeira edição do Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural, no Campo da Feira, em Azambuja, entre os dias 23 e 25 de setembro.



Fale-nos um pouco sobre as razões que levaram ao nascimento deste festival?


- O Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural surgiu da vontade do executivo da Junta de Freguesia de Azambuja em mudar os moldes em que eram realizadas as Festas da Freguesia e da necessidade em baixar o custo efetivo das festas, que era uma prioridade.



O que fez brotar essa necessidade?


- Com o surgimento do Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural pretende-se mobilizar a comunidade em torno de variadas expressões culturais e ao mesmo tempo dinamizar um espaço que desde sempre tem sido palco de grandes acontecimentos festivos - o Campo da Feira, na entrada sul da vila.

Durante 3 dias iremos trazer à nossa terra tendências culturais e artísticas que promovam o entretenimento e principalmente o encontro e convívio entre pessoas.



O que podemos esperar deste festival?


- O Festival terá vários géneros musicais, como o fado, com a presença confirmada da fadista Sara Correia, o pop eletrónico com os NO MAKA e os Cromos da Noite ou o rock, com a atuação da conceituada banda de tributo aos Queen, Kind of Magic.


Nos dois palcos do festival a oferta cultural passará ainda pela dança contemporânea, o teatro de marionetas e por outros géneros musicais, como o jazz, o funk, o folk, o pop ou a bossa nova.


Mas o Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural não se esgota na música. Iremos ter marcas de Azambuja, um espaço de artesanato, zona lounge, os espaços de streetfood e bares onde é possível comer e beber um copo ao som de boa música, sem esquecermos o nosso ex-libris desta primeira edição, a possibilidade de fazer uma viagem de balão de ar quente a 30m de altura.



Se algumas das pessoas quiserem conhecer o património, natural, arquitetónico, histórico, ou religioso do Concelho, quer dar algumas sugestões?


- Tendo em conta que o Festival abre as portas sempre ao final da tarde, sugeria virem passar o dia ao nosso Concelho. Poderão conhecer a renovada zona do Palácio das Obras Novas e tirar uma bela fotografia no baloiço que tem uma vista única, ou fazer um passeio pela Mata Nacional das Virtudes, depois almoçar num dos nossos restaurantes e provar as suas excelentes iguarias. Um pouco mais a norte poderão visitar o Paul de Manique do Intendente ou o Castro de Vila Nova de São Pedro. Cada freguesia do nosso concelho tem belezas únicas e que vale a pena procurar…. No final da tarde todos para o Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural!

Que preocupações ambientais existem?


- Tendo em conta que neste tipo de eventos o consumo de copos de plástico é enorme, no Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural iremos aderir ao projeto “É para Repetir” da Heineken, parceiro oficial do festival.


Este projeto permite uma redução significativa de lixo e desperdício e funciona de uma maneira muito simples. Alguém que queira beber uma imperial, adquire um copo por 1 euro, poderá trocar o copo durante o evento as vezes que quiser, no final poderá ficar com o copo ou, caso o devolva, é-lhe ressarcido o euro que pagou no início.



E em termos de adesão ao Festival? Qual o feedback até agora?


- Tem sido muito interessante a adesão ao Festival, tanto por parceiros e imprensa como pelo público.


À medida que vamos anunciando o que vai acontecer, a adesão aumenta. Termos, por exemplo, connosco, marcas nacionais como a Heineken, Licor Beirão ou Delta que se associam ao evento nesta primeira edição é um excelente indicador.


Termos destaque no portal da Sapo ou sermos sugestão de NIT-New in Town é um excelente indicador. Termos aberto inscrições para artesanato e em dia e meio termos de recusar por já não termos espaços também é bastante interessante.


A entrada no recinto será paga, um valor simbólico (3 euros) que reverte em parte para os Bombeiros Voluntários de Azambuja e antes de termos as pulseiras físicas, já temos encomendas, o que nos deixa confiantes que a adesão vai ser massiva e reunimos as condições para ter um fim de semana com um recinto cheio de gente pronta para fazer a festa.



Como chegar até ao espaço Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural?


- Basicamente de carro. Infelizmente os horários dos comboios permitem que venham, mas dada a hora a que terminam as viagens, não permite que os festivaleiros fiquem até ao final da noite.


Se vierem de carro, temos vários parques de estacionamento a 100 e 200 metros do evento e com capacidade para centenas de carros. Se quiserem vir mais do que um dia e evitar deslocações, Azambuja tem uma série de alojamentos a preços bastante acessíveis onde poderão ficar.



O que devem trazer os festivaleiros?


-O conselho que dou em primeiro lugar é trazerem amigos. O objetivo deste festival é basicamente reunir amigos em torno da música que é sempre algo que nos eleva o espírito.


Venham com vontade de se divertir e curtir ao máximo todos os estilos musicais que oferecemos. Preparámos um programa eclético que permita que todas as idades tenham lugar neste festival e se identifiquem com pelo menos algumas bandas. Temos música para os mais novos, para os menos novos, para todos e só com todos podemos fazer desta primeira edição do Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural o arranque para muitas outras edições de

sucesso.


Conheça mais sobre o Azambuja CULTFEST’22 – Festival Cultural - via Facebook ou Instagram

4 views0 comments